Logo Tá Bombando na net

Viviane Beleboni "Transex crucificada" é esfaqueada em São Paulo

Transex crucificada

Viviane Beleboni, conhecida após ser "crucificada" na Parada Gay deste ano, foi agredida em São Paulo no último sábado (08/08).

A transexual contou detalhes em entrevista ao "Ego", "Próximo a minha casa tem um viaduto, passei por lá e dois rapazes começaram a me xingar de filha da p..., de viado. Tirei o fone porque não estava ouvindo direito, aí disseram 'Você está f...., isso não se faz', falando sobre a crucificação na parada gay. 'Você é um demônio, tem de morrer. Esses pastores estão certos", relatou.

"Segui reto, mas vieram atrás, foi muito rápido. Vieram com uma faca ou uma gilete, não vi o que era. Me seguraram para tentar cortar a minha barriga, só que não conseguiram, cortaram meu braço. Eu fiquei me abaixando pra me esquivar dos socos, mas mesmo assim estou com o rosto todo machucado, meu nariz está inchado, meu maxilar rasgado", contou Beleboni.

Viviane relatou que foi para casa após a agressão abalada. "Minha vontade era morrer porque eu não aguento mais, depois de tudo o que aconteceu", desabafou dizendo que pensa em se matar: "O que vou fazer agora? Vou ter de ir para a rua trabalhar? Mas é muito complicado, estou pensando em me matar, em fugir. Eu não tenho segurança. Estou cansada disso. Não consigo me sentir segura dentro do meu próprio apartamento, a cada barulho acho que alguém vai entrar e me dar um tiro. A janela fica aberta o tempo todo e eu fico pensando em pular", relatou.

Deixe seu comentário: